Área Restrita

FSP promoveu palestra sobre Leishmaniose

14/10/2001
Notícias
Graduação




No último dia 11 de outubro, o curso de Biomedicina recebeu o Prof. Dr. em Parasitologia Pedro Quevedo, da Universidade Estadual de Santa Catarina para a promoção de uma palestra voltada para aproximadamente 80 pessoas, entre professores, alunos de Biomedicina e Farmácia. Os trabalhos foram iniciados às 21h, no auditório da FSP.

O QUE É LEISHMANIOSE? - Doença infecciosa, porém, não contagiosa, causada por parasitas do gênero Leishmania. Os parasitas vivem e se multiplicam no interior das células que fazem parte do sistema de defesa do indivíduo, chamadas macrófagos. Há dois tipos de leishmaniose: leishmaniose tegumentar ou cutânea e a leishmaniose visceral ou calazar. A leishmaniose tegumentar caracteriza-se por feridas na pele que se localizam com maior frequêncianas partes descobertas do corpo. Tardiamente, podem surgir feridas nas mucosas do nariz, da boca e da garganta. Essa forma de leishmaniose é conhecida como "ferida brava". A leishmaniose visceral é uma doença sistêmica, pois, acomete vários órgãos internos, principalmente o fígado, o baço e a medula óssea. Esse tipo de leishmaniose acomete essencialmente crianças de até dez anos; após esta idade se torna menos frequente. É uma doença de evolução longa, podendo durar alguns meses ou até ultrapassar o período de um ano.

“O evento foi realizado afim de trazer mais informações dessa patologia, que acomete tantas pessoas em nossa região. Sabendo que, a Leishmaniose era, primariamente, uma zoonose caracterizada como doença de caráter eminentemente rural. Mais recentemente, vem se expandindo para áreas urbanas de médio e grande porte e se tornou crescente problema de saúde pública no país e em outras áreas do continente americano, sendo uma endemia em franca expansão geográfica. É uma doença sistêmica, caracterizada por febre de longa duração, perda de peso, astenia, adinamia e anemia, dentre outras manifestações. Quando não tratada, pode evoluir para óbito em mais de 90% dos casos. Então é de suma importância trazer esse tipo de informação para os futuros profissionais da área da saúde, para informá-los, conscientizá-los e alertá-los, para que em um futuro próximo eles estejam colaborando com a população através do conhecimento aprendido. O curso de Biomedicina ficou muito agradecido em poder contar com um profissional como o Dr. Pedro Quevedo e gostaria de agradecê-lo por ter se disponibilizado a vir nos proporcionar essa maravilhosa palestra. A coordenação agradece também ao professor Jorge Pedro por ter nos ajudado a proporcionar esse momento de conhecimento. Tenho certeza que foi muito proveitoso aos nossos acadêmicos.”, finalizou a Coordenadora do curso, Aline Alves Rezende.

Fonte: Minha Vida



 

Galeria

Veja Também

25/11/2015
Pós-Graduação

Acadêmicos do curso de Auditoria, Pericía e Gestão de Projetos Ambientais da FSP realizaram aula de campo

No último dia 21 de novembro, foi realizada uma aula de campo com os acadêmicos do curso de Auditoria, Pericía e Gestão de Projetos Ambientais, que cursaram a disciplina de Geociência e Recuperação Ambiental. Uma visita guiada foi realizada no Viveiro Cidadão da Ação Ecológica do Guaporé (ECOPORÉ), atuante na recuperação de áreas degradas no município de Rolim de Moura (RO) e região.

Comentários

CAPTCHA Image
Recarregar Imagem