Área Restrita

Alunos de Fisioterapia vão atender a população gratuitamente, saiba mais

02/02/2018
Notícias
Graduação

 

Acadêmicos do 9° período de Fisioterapia, supervisionados pela Prof. Ma. Neide Ribeiro e pela coordenadora do curso, Jéssica J. Lira, estão disponibilizando 70 vagas para atender gratuitamente a população rolimourense na Clínica Escola da Faculdade São Paulo. Serão atendidos os pacientes que apresentarem qualquer quadro neurológico com encaminhamento à fisioterapia e as vagas vão ser preenchidas de acordo com a procura. Caso todas as vagas sejam preenchidas e ainda tenham pessoas interessadas em serem atendidas, será aberta uma lista de espera. 

 

Os atendimentos serão realizados em períodos e turnos diferentes. Por isso, confira o cronograma:

Horário: 13h30 até 17h30;
Quando: De segunda a sexta, entre Janeiro e Julho;
Local: 
Clínica Escola da Faculdade São Paulo.

 

Horário: 8h30 até 12h30;
Quando: De segunda a sexta, a partir do dia 26 de fevereiro, com duração de 2 meses;
Local: Clínica Escola da Faculdade São Paulo.

 

Para os discentes, essa fase de estágio é de suma importância. A Faculdade São Paulo (FSP) aplica as metodologias ativas, que tem como objetivo alinahr a teoria com a prática, colaborando para uma formação acadêmica melhor. Além de preparar os estudantes para o mercado de trabalho. A FSP também incentiva projeto sociais e trabalhos que contribuam para a população local, com a intenção de formar profissionais mais humanos e transformar a vida dos residentes em Rolim de Moura e nas cidades ao redor. 

 
Em caso de dúvida, telefone entre em contato com a instituição pelo telefone: 3442-1001 
 

Veja Também

12/03/2012
Institucional

crimes-virtuais-podem-ser-adequados-ao-codigo-penal

  Parlamentares analisam projetos que enquadram no Código Penal crimes pela internet. As pessoas que utilizam as redes sociais na internet estão na mira dos parlamentares. Só no Senado, tramitam três projetos para adequar o Código Penal, incluindo o uso dessas ferramentas para denegrir a imagem de pessoas. Pelo menos três deles tratam especificamente da questão. Um outro projeto, de autoria da Comissão Parlamentar de Inquérito da Pedofilia, foi aprovado em 2011 e está na Câmara a espera de deliberação. O projeto permite que policiais se infiltrem em redes sociais para mapear pedófilos que utilizam essas ferramentas no aliciamento de menores. No caso de crimes como constrangimento...

Comentários

CAPTCHA Image
Recarregar Imagem